Mostrando postagens com marcador The Universe in a Nutshell. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador The Universe in a Nutshell. Mostrar todas as postagens

28 agosto 2008

Translation please....


"inha, inha, inha, embaixo da minha sombrinha"(tradução da música Umbrella, interpretada por Rihanna)

É interessante como muitas vezes as traduções de músicas do inglês para o português ficam toscas, mas principalmente sem sentido, por isso comecei com algo que a Jess uma vez cantou para mim (obrigado hunny baby). A língua retém vários significados quando mal traduzida, um deles (citado por meu professor de inglês, agradeço ao Bernardo): The Universe in a Nutshell, do Stephen Hawking (e não do Antony Hopkins, como eu blasfemei por reflexo). A tradução literal O universo em uma casca de nozes é um erro, porque na verdade a expressão in a nutshell significa: de forma simplificada; tomando as palavras do Bernardo "se algo cabe em uma casca de nozes é porque é deveras simples". A tradução correta seria O Universo de forma simplificada. Não tomarei mais tempo com o livro do Hawking e passarei ao que interessa.

Apesar da música ter um conteúdo estranho e duvidoso, o vídeo ter apelos sexuais, entre outras características do hip-hop MTVizado, a letra me trouxe a indagação: porque diabos ela colocaria alguém sob a sombrinha dela, afinal, o resto da música não tem muito há ver com sombrinha. A conclusão que cheguei foi: a palavra
umbrella (sombrinha ou guarda-chuvas em português) deve ter qualquer outro significado. Pesquisando a etimologia descobri que sim.

As palavras
Sombrinha e Umbrella vêm do latin: umbra, que significa "sombra", em português a palavra é usada para descrever um lugar sombrio: "na umbra", principalmente em jogos de rpg, ou qualquer coisa que tenha relação com o medievo. Mas o significado que a palavra têm na música vêm a posteriori, e passa a ser usado no século XX; a expressão under the umbrella of significa: 'sob autoridade de...' Rihanna apenas cantou a música que foi escrita por Jay-Z e Terius Nash, e de certa forma surge como um "agradecimento" ao seu Marchand. Afinal, se conseguiram vender a Marilyn, porque não a Rihanna? (sem comparações)